TCNICAS DE ABORDAGEM

VOLTAR

  COMPARTILHE:

Jesus o grande mestre na abordagem do evangelismo pessoal. Sem dúvida alguma, Jesus é o mestre por excelência em tudo.
Sig. da palavra. Abordar chegar à beira abalroar (uma embarcação) para torná-la de assalto, aproximar de alguém, tratar de (assunto).

Exemplos de abordagem na vida de Jesus.

• A mulher Samaritana João 04
• O mancebo de qualidade Marcos 10. 17 – 21
• Nicodemos João 03
• Zaqueu Lucas 19. 1 – 10

Examinando os diversos encontros evangelísticos de Jesus com varias pessoas, podemos notar algumas características que deve marcar a nossa forma de abordar.

1 – Jesus demonstrava compaixão pelo abordado.

Ele parava e dava atenção a um homem rejeitado, como o endemoninhado Gadareno ( Marcos 05; a um jovem rico, tendo amado Marcos 10.21; isso porque Jesus era capaz de olhar para dentro da pessoa e ver, antes de tudo ,o seu pecado Marcos 2.05.

Ver o pecado da pessoa e sua condição de perdição espiritual deve ser a primeira atitude de um evangelista. Obs. Ver é uma coisa , falar dele é outra, nos estamos preocupado com o pecador e não com o seu pecado.

Ao se fazer uma abordagem temos que demonstrar e se interessar pelo nosso alvo.

2 – Jesus não tinha preconceitos.

Por ser puro e divino, era de se esperar que Jesus rejeitasse certas pessoas por motivos religiosos e conceituais, mas Ele não agia assim. Ex. João 8:10-11

Notamos que, muitos crentes evitam falar com certas pessoas pecadoras: tais como prostitutas, viciados, homossexuais, mendigos e outros.

Quando fazemos uma abordagem temos que estar preparados para qualquer tipo de pessoa e pecados que este venha ter, isso não pode nos causar espanto mas devemos aceitar tais pessoas como elas são, e anunciar-lhe o evangelho que pode mudar sua vida.

3 – Jesus ia aonde a pessoa estava.

Jesus não tinha um templo para convidar as pessoas a virem a Ele a fim de que ouvissem a sua mensagem assim ele costumava ir às pessoas, ao seu próprio contexto de vida.

Ele foi a beira de um poço.
Ele veio do céu para nos buscar Lucas 19;10
Para fazer uma abordagem é preciso ir ao pecador, em vez de esperamos que ele venha a nós.

4 – Jesus sabia como iniciar uma conversa.

Ele começava exatamente onde a pessoa estava.
Ex. com Nicodemos, partiu de sua própria pergunta e conduziu-o a um dos mais profundos assuntos da vida eterna.Com Zaqueu, fez questão de ir a sua casa, descansar e conversar sobre seu problema Lucas 19. 01-10.

Quando fazemos uma abordagem temos que tomar alguns cuidados, ao iniciar uma conversa. Hoje, muitos crentes e até pastores já começam a evangelizar condenando os vícios da pessoa, ou a moda, ou o adultério, não é assim que se trabalha uma abordagem evangelistica, todos os erros da pessoa será notada por Deus a nos só compete ser o canal para que o Espírito Santo convença a pessoa de sua situação e entenda que Jesus pode mudar sua vida. ( devemos usar a palavra de Deus e não o que nos achamos certo ou errado é a palavra verdadeira que os libertará e não o juiz injusto).

5 – Jesus era incisivo na sua conversa.

Jesus não usava meias palavras; ele só falava a verdade e com muita simplicidade.
Obs. Não adianta você conhecer muito e quer mostrar sabedoria, se a pessoa que esta ouvindo não sabe nada. “ CUIDADO “

6 – Jesus sentia a urgência da salvação.

Para Jesus, ele tinha tempo contado para alcançar a todos, trabalhou intensamente, o trabalho de evangelismo não é um trabalho de um dia, temos que esta preparados para abordar uma pessoa a qualquer instante. Cada minuto morrem muitas pessoas no mundo. Uma delas pode estar perto de nós, e partir para a eternidade sem salvação.

Olhe agora em sua volta e veja o seu alvo; pode ser que agora que você esteja lendo esta apostila dentro de sua casa, olha o seu irmão pode ser o seu alvo, no ônibus olha o alvo ai, até mesmo no banheiro você não pode perder o seu tempo aproveite e pense no seu alvo.

ABORDAGEM O EVANGELISTA EM AÇÃO.

1. Orientação de Deus para casos específicos. Atos 8. 36 Felipe
O evangelista precisa conviver com Deus para que possa perceber a orientação certa para o seu trabalho, vida intima oração, jejum, leitura da palavra e bons livros.

2. O Espírito Santo sempre comanda o momento certo da abordagem da pessoa a ser alcançada.
Chega-te e ajunta-te a esse carro Atos 8.29

3. O evangelista atento começa a sua abordagem no ponto apropriado.
E correndo Felipe ouviu o que lia. Entendes o que estás lendo? Atos 8. 36

4. A bíblia a escritura é sempre o ponto chave para anunciar a Jesus.
São elas que dão testemunho de mim João. 5. 39

5. Abordagem completa – é um verdadeiro discipulado.
O eunuco foi ensinado Atos 8. 36 É a integração imediata

6. A abordagem bem feita resolve o problema do pecador e o faz feliz e realizado.
E foi a evangelização que lhe deu aquela alegria Atos 8. 39

A maneira como Felipe foi orientado pelo Espírito Santo e o seu procedimento nesse caso de evangelismo pessoal nos ajudará a elaborar o que vamos chamar de técnica de abordagem no evangelismo pessoal.

TÉCNICAS OU METODOS.

O evangelista deve desenvolver a sabedoria de abordar.

• Uma forma intima ou pessoal de se aproximar de uma pessoa. Isto cada um tem o seu jeito próprio. O evangelista não pode se dar o luxo de ser tímido, mas se você é, é hora de começar a se exercitar para vencer, o treinamento com outra pessoa de sua intimidade pode te ajudar muito, para conquistar o seu objetivo, você vai conseguir de um jeito muito próprio.

• Saber que cada pessoa neste mundo é diferente em seu universo, com seu lastro cultural, com sua s crenças com seus conceitos com seus melindres e outros .....nos não iremos mudar, nos estamos apresentando algo novo para estas pessoas e não podemos interferi em suas vidas.

• Saber que dependendo da forma como forem abordados poderão reagir negativamente ou positivamente ao evangelho, assim, é preciso que o evangelista, antes de mais nada, dependa do Espírito Santo e ao lado disso desenvolva um conhecimento profundo da natureza humana. Obs. Não feche uma porta pela qual você não consegui passar, outros poderam entrar e ceiar com ele.

PODER E QUERER É SÓ FAZER ACONTECER.

Lembre-se. O NÃO VOCE JÁ TEM, VOCE ESTÁ A PROUCURA DO SIM.

1 - Comece de uma motivação natural.
Aborde uma pessoa pensando em uma rosa que você pode amassar a flor ou sentir o seu perfume ou ferir-se nos seus espinhos.
- Portanto, deve-se fazer a abordagem de tal maneira que não haja nenhum prejuízo na sensibilidade da pessoa.
Ex. de Jesus Dá-me de beber. A mulher samaritana

2 – Comece de onde a pessoa está.
A habilidade de ligar uma abordagem começando naquilo que a pessoa esta fazendo, ou falando, vendo e então fazer uma transição para a mensagem evangelistica, é algo imprescindível a quem quer evangelizar.
Ex. de Felipe quando viu o eunuco.

O seu alvo esta fazendo o que? Lendo jornal, comente sobre a noticia.
Esta com uma criança, brinque com a criança.
Esta fazendo caminhada, comece a caminhar para fazer a abordagem.Vai montar uma laje, se aproxime e ofereça sua ajuda.
Você só não precisa pecar para ganhar uma alma, isto é desculpa de não convertido.

3 – Desenvolva a conversa que te aproximou.

A naturalidade deve prosseguir, o evangelista não deve abordar de um ponto natural e forçar a passagem para o seu assunto, com cuidado vai explorando o ponto que você deseja alcançar.

Muitas vezes temos que gastar horas, dias, semanas, meses e até anos para ganhar a confiança de alguém e partir para o nosso objetivo.

Obs. Não podemos dar um tranco no processo de abordagem.

4 – Não exagere o interesse pela pessoa.

Temos que nos comportar naturalmente como se tivéssemos querendo vender algo, mas que não dependeríamos desta venda para sobreviver, é claro que estamos querendo fazer uma conquista para cristo.

Obs. O que estamos fazendo vem de Deus e poderá mudar a vida da pessoa, mas se ela perceber que é esta intenção poderemos perder o seu interesse e com isto ela se afastar de nós.

5 – Faça a transição, o mais natural.
Não force a barra e apresente o plano da salvação.
Ex. mostrar a necessidade espiritual da vida humana e a necessidade de Deus.

6 – Se a pessoa Mostra-se interessada.
Passe para a fase definitiva.
Ex. Se estiver na rua, procure ser o mas breve possível não esquecendo de anotar os dados da pessoa.
Se em um projeto de evangelismo convide convide para acentar e então exponha o plano da salvação.
Se não for possível no momento marque um encontro na hora do almoço ou um lanche ou em sua casa.

7 – De acordo com a formação da pessoa.
Se prepare para escolher um esquema já conhecido de exposições do plano da salvação.

8 – Expondo o plano da salvação.
A partir do ponto que a pessoa ainda não conhece. Pode ocorrer por exemplo, que a pessoa já tenha profunda convicção sobre o pecado e até sobre o evangelho. Logo o evangelista perceberá onde deve começar com cada pessoa.

9 – Ao tratar do problema do pecado.
É melhor abordar o lado da experiência humana com o pecada, em vez de mencionar o lado bíblico em primeiro lugar. A questão é que em geral, as pessoas não gostam da palavra pecado. Isto não importa o evangelista pode mudar o rótulo e falar apenas do veneno.

10 – Com relação consciência do pecado.
Uma vez que a maioria das pessoas já tem alguma consciência do pecado, a melhor maneira de começar op plano é pelo amor de Deus. João 3. 16

11 – Abordar uma criança e pessoas mais humildes é apropriado o uso de gestos, é muito positivo.
Ex. o livro sem palavra , a mão e outros.

Deus ama você dedo Polegar João 3. 16
Você é pecador dedo indicador Romanos 3. 23
Cristo morreu por nos dedo médio Romanos 5. 08
Você de receber a Jesus como salvador dedo anular João 1. 12
Uma nova criatura dedo mínimo II corintios 5. 17

12 – Veja as condições.
Se as condições forem favoráveis, use a bíblia e permita que a pessoa acompanhe a leitura dos textos. Caso contrario, use os que você tem memorizado, temos que ter em mente que o nosso testemunho é de grande valor, mas não substituirá a citação da palavra de Deus.

13 – interrupções.
Evite que a pessoa interrompa o assunto na faze de exposição do plano ou que desvie o assunto. Insista no plano, pois a semente esta sendo plantada e esta conversa tem que ser com a maior atenção de nossa parte, pois qualquer desvio é fatal. Mateus13.4

14 – Dentro do possível, tente aplicar ilustrações de acordo com o seu nível cultural.

15 – Quando terminarmos de fazer a abordagem, com cuidado, verifique se a pessoa entendeu todo o plano.

16 – Se houver perguntas.
Se houver perguntas da parte da pessoa durante a abordagem, com cuidado peça para esperar um pouquinho termine o assunto e se souber a resposta responda, caso contrario, tenha duvida na resposta o não saiba não sai falando qualquer coisa, diga que ira estudar mas com relação ao assunto marque um novo encontro e então responda com bastante clareza, isto te dará um voto de confiança , lembre-se da experiência de Felipe com o eunuco. Atos 8. 31
Obs. O evangelho precisa ser entendido e emoção só não resolve.

17 – leve a pessoa a tomar uma decisão.
Faça-o de maneira bem natural mas bem firme e incisiva.

18 – Ensine a orar.
Faça a oração de decisão com ela.
Ore com ela agradecendo a Deus sua decisão.

Obs. Em línguas estranhas, não. isto pode confundir o novo crente tudo tem seu tempo lembre-se, entregar profecias, não. A maior profecia e a vontade de Deus neste momento.

19 - Não esqueça de preencher uma ficha de decisão para acompanhá-la no processo de integração.

ALGUNS LUGARES E FORMAS DE ABORDAGEM.

• Visitas : cuidado a casa não é sua não peça para desligar aparelhos ou tirar crianças ou animais de perto onde você esta.

• Nos meios de transportes: aproveite a situação, tudo é um bom no inicio para se fazer uma abordagem e apresentar o plano da salvação.

• Na hora do almoço: em fabricas, industrias, quartéis, facções e outros. Sempre respeitando o tempo de descanso dos colegas de serviço seja breve. A hora do trabalho é sagrada não use para evangelizar e sim para trabalhar, tudo tem seu tempo certo.

• No mercado, açougue, feiras, salão de beleza, consultório médicos e outros. Abordagem tem um bom resultado quando é feita individual, não seja guloso você pode atingir a todos, mas com certeza a resistência será maior e com a abordagem feita a uma pessoa só é mais fácil

ESTEJA ATENTO AS FUGAS.

• Não sou pecador Rm 3, 23; 5. 12.
• Sou muito pecador para ser perdoado. Lc 19. 10; I Tm 1. 15
• Eu não sinto que deva procurar salvação At. 16. 31; Is. 55. 7; Jr. 17. 9,10; João 5. 24.
• Tenho medo de não conseguir ficar. Jd.1. 24; II Tm 1. 12; João 5. 24
• Vejo muitos crentes hipócritas Rm 14. 4-10; Rm 2. 01; Rm 2. 21-23; Tg 4. 17; At 16. 31; Rm 14. 12; II Co 5. 10
• Tenho buscado mas não tenho conseguido Jr 29. 13
• Não posso deixar minha vida de pecados Mr 8. 34-38; Tg 4. 04
• É tarde de mais para mim Rm 10. 13; II Pd 3. 9; II Co 6. 02
• Sou ainda jovem, vou esperar mais. Ec 12. 1-2; Hb 3. 13; II Co 6. 02; Lc 12. 20; Is 55. 06
• A bíblia está cheia de erros II Pd 2. 12; I Ts 2. 13; II Pd 1. 20,21; II Tm 3. 16,17.
• A vida do crente é muito exigente. Pv 3. 17; Pv 4. 18; I João 5. 03
• Eu acho , Eu penso Rm 9. 19-21; Is 55. 8,9

MÉTODOS.

É a maneira de se fazer algo, desenvolver um trabalho.
Método de abordagem.

•  Dedutivo: Enumeração minuciosa de fatos e argumentos.
•  Indutiva: Que procede por indução
O método dedutivo de abordagem evangelistica é aquele que começa do geral para o particular.
O método indutivo de abordagem evangelistica é aquele que começa pelo problema até chegar ao plano da salvação.
O objetivo – Salvação do Homem
Método – Evangelismo Pessoal
Estratégia – Abordagem, nas ruas, visitas e outros
Técnica – Plano da Salvação
ATITUDE DE QUEM ESTA FAZENDO A ABORDAGEM.

1 – Atitude para consigo mesmo:

Você que esta fazendo a abordagem deve ser otimista e acreditar em si mesmo, se você é uma pessoa confiante, consciente do que faz, naturalmente ira transmitir segurança aos seus receptadores.
Você deve saber o que faz.

2 – Atitude para com o assunto.

 


Marco Antnio Oliveira
Pastor da IMW e preletor da Escomiw

 
  Categorias

 
       

ESCOMIW
ESCOLA MISSIONÁRIA
WESLEYANA
Tel.: (21) 2410-7683
Copyrigth © 2013
Todos os Direitos
Reservados

HOTSITES
Escomiw I região
Escomiw II região
Escomimw III Região
Escomimw IV Região
Escomimw V Região
Escomimw VI Região